top of page

Conheça o feriado do Dia de Martin Luther King Jr. nos EUA

Atualizado: 17 de jan.



O que é o feriado do Dia de Martin Luther King Jr.?


O Dia de Martin Luther King Jr., reconhecido como um dos 11 feriados nacionais dos EUA, foi criado por uma legislação federal em 2 de novembro de 1983 para honrar um dos mais proeminentes líderes dos direitos civis americanos. King desempenhou um papel essencial na batalha pela igualdade durante o período de segregação racial. Em 2024, será comemorado em 15 de janeiro.


Embora tenha sido estabelecido em nível federal em 1983, o feriado foi observado pela primeira vez em 1986. Além disso, a adoção por todos os 50 estados americanos só ocorreu em 2000, já que nos EUA cada estado tem autonomia para determinar quais feriados são válidos para o seu território.


Na cultura americana, o Dia de Martin Luther King Jr. tem um grande significado, sendo uma oportunidade para reflexão sobre justiça social e igualdade. Marchas, palestras e serviços comunitários marcam as celebrações desse feriado.


Quem foi Martin Luther King Jr.?


Martin Luther King Jr. foi um pastor batista e ativista político que desempenhou um papel crucial na luta pela igualdade racial nos EUA. Nasceu em 15 de janeiro de 1929, na cidade de Atlanta, na Geórgia, e foi assassinado em 4 de abril de 1968, aos 39 anos.


Ele foi baleado no pescoço enquanto estava em um balcão de uma pousada na cidade de Memphis, no estado do Tennessee. King estava lá para apoiar uma greve de trabalhadores negros. O assassinato de Martin Luther King Jr. foi um evento trágico e teve um impacto significativo na história dos Estados Unidos, gerando luto nacional e implicações duradouras no movimento pelos direitos civis.


King emergiu como uma figura proeminente no movimento pelos direitos civis nos anos 1950 e 1960. Ele advogava por mudanças por meio de manifestações não violentas e liderou várias campanhas de protesto, incluindo a famosa Marcha sobre Washington, em 1963, onde fez seu discurso mais conhecido, "Eu Tenho um Sonho" (I Have a Dream), para um público de 200 mil a 300 mil pessoas.


O ativismo de Martin Luther King Jr. foi fundamental para conquistas significativas no movimento pelos direitos civis, incluindo a promulgação da Lei dos Direitos Civis de 1964 e da Lei dos Direitos de Voto de 1965. Ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964 por sua liderança.


King é lembrado como um ícone da não violência, justiça social e igualdade racial. Seu legado continua a influenciar movimentos sociais e a promover a busca por direitos civis e igualdade em todo o mundo.


Lei dos Direitos Civis de 1964

A Lei dos Direitos Civis de 1964 foi promulgada pelo presidente dos Estados Unidos, Lyndon B. Johnson, em 2 de julho de 1964. Essa legislação histórica visava combater a discriminação racial e garantir a igualdade de direitos para todos os cidadãos, proibindo a segregação racial em locais públicos e promovendo a igualdade de oportunidades de emprego, entre outras medidas.


Lei dos Direitos de Voto de 1965

A Lei dos Direitos de Voto de 1965, conhecida como Lei de Direitos de Voto (Voting Rights Act), também foi promulgada pelo presidente Lyndon B. Johnson, em 6 de agosto de 1965. Foi crucial para combater práticas discriminatórias que dificultavam o registro e o exercício do voto por parte dos afro-americanos, especialmente no sul dos Estados Unidos.


Discurso “I Have a Dream”

O discurso "I Have a Dream" (Eu Tenho um Sonho) foi proferido por Martin Luther King Jr. durante a Marcha em Washington por Trabalho e Liberdade, em 28 de agosto de 1963, nos degraus do Lincoln Memorial, em Washington, D.C. O discurso tornou-se uma das declarações mais memoráveis e influentes dos direitos civis na história americana.


No discurso, King articulou sua visão de uma sociedade livre de discriminação racial e de igualdade para todos os seus cidadãos. O trecho mais famoso do discurso diz:


“Eu tenho um sonho de que meus quatro filhos pequenos viverão um dia em uma nação onde não serão julgados pela cor de sua pele, mas pelo conteúdo de seu caráter”

"Eu tenho um sonho de que um dia cada vale será exaltado, cada montanha e colina será aplainada, os lugares ásperos serão transformados em planícies, e os lugares tortuosos serão endireitados, e a glória do Senhor será revelada, e todos as pessoas a verão juntas”, é outro trecho comumente citado até hoje.


Quando o Dia de Martin Luther King Jr. é celebrado?


O Dia de Martin Luther King Jr. é celebrado sempre na terceira segunda-feira de janeiro, para que coincida o mais proximamente possível com o nascimento de King (15 de janeiro). A data não cai na data exata de aniversário do ativista em razão da Uniform Monday Holiday Act.


Trata-se de uma lei assinada pelo presidente Lyndon B. Johnson em 1968 e que entrou em vigor em 1971. Estabelece que certos feriados federais devam ser celebrados na segunda-feira mais próxima, em vez de uma data fixa. O objetivo é criar fins de semana prolongados e incentivar viagens e lazer, promovendo também o acesso das pessoas a atividades cívicas e culturais.


Embora a maioria dos feriados federais siga essa regra, existem exceções. Por exemplo, o Dia da Independência (4 de julho) e o Natal (25 de dezembro) são celebrações que sempre caem na mesma data, independentemente do dia da semana. O Dia de Ação de Graças (Thanksgiving), que é observado sempre na quarta quinta-feira de novembro, também não segue a regra estabelecida na Uniform Monday Holiday Act.


Data exata do feriado de Martin Luther King Jr. de 2024 até 2030

Considerando que o feriado de Martin Luther King Jr. cai sempre no terceira segunda-feira de janeiro, o dia exato em que o feriado cai varia de ano a ano, conforme a tabela abaixo,

  • 2024: 15 de janeiro

  • 2025: 20 de janeiro

  • 2026: 19 de janeiro

  • 2027: 18 de janeiro

  • 2028: 17 de janeiro

  • 2029: 15 de janeiro

  • 2030: 21 de janeiro


Como o Dia de Martin Luther King Jr. é celebrado?


O Dia de Martin Luther King Jr. é celebrado nos EUA de diversas maneiras.


  1. Eventos Comunitários: Muitas comunidades organizam eventos comunitários, como marchas, desfiles e celebrações públicas. Essas atividades costumam destacar os princípios de igualdade, justiça social e não violência pelos quais Martin Luther King Jr. tanto lutou.

  2. Serviço Voluntário: O Dia de Martin Luther King Jr. é frequentemente considerado um dia de serviço e voluntariado. Muitas pessoas dedicam parte do seu dia para realizar atividades de serviço comunitário, apoiando organizações sem fins lucrativos, escolas e outros projetos que promovam o bem-estar da comunidade.

  3. Programas Educacionais: Escolas e instituições educacionais geralmente organizam programas especiais para educar os alunos sobre a vida e o legado de Martin Luther King Jr. Isso pode incluir palestras, atividades artísticas, trabalhos de casa e discussões sobre os direitos civis e a luta pela igualdade.

  4. Eventos Culturais e Artísticos: Teatros, museus e instituições culturais muitas vezes realizam eventos especiais, como apresentações teatrais, exposições e concertos para celebrar a contribuição de Martin Luther King Jr. para a sociedade.

  5. Reflexão e Oração: Algumas pessoas optam por dedicar o Dia de Martin Luther King Jr. à reflexão pessoal sobre a importância dos direitos civis, igualdade e justiça social. Muitos participam de serviços religiosos ou eventos de oração.


Martin Luther King Jr. na cultura pop


Martin Luther King Jr. é retratado e homenageado de diversas maneiras na cultura pop americana, incluindo filmes, músicas, teatro e outras formas de expressão artística.


No cinema, por exemplo, vários filmes e documentários foram produzidos para retratar a vida e o legado de Martin Luther King Jr. Alguns exemplos incluem "Selma" (2014), que se concentra na marcha pelos direitos civis de Selma a Montgomery; “King in the Wilderness” (2018), documentário da HBO que examina os últimos anos da vida de Martin Luther King Jr.; e "King: Uma História de Martin Luther King" (1978).


Na música, a canção "Pride (In the Name of Love)", lançada em 1984 pela banda U2, faz referência direta a Martin Luther King Jr. e seu discurso. Já a faixa "Happy Birthday", de Stevie Wonder, lançada em 1981, foi composta como parte dos esforços para tornar o aniversário de Martin Luther King Jr. um feriado nacional nos EUA. A iniciativa deu tão certo que, dois anos depois, o Congresso americano aprovou a lei de criação do feriado, assinada no mesmo ano pelo então presidente Ronald Reagan.


Na publicidade, o comercial da marca de caminhonetes Dodge Ram para o Super Bowl de 2018 utilizou trechos do discurso "I Have a Dream" de Martin Luther King Jr. para transmitir uma mensagem de serviço à comunidade e unidade.


Resumo - Dia de Martin Luther King Jr.

Veja abaixo as principais perguntas e respostas sobre o feriado do Dia de Martin Luther King Jr. nos EUA. Clique na setinha para ver as respostas.

Quando se comemora o Dia de Martin Luther King Jr. nos EUA?

Sempre na terceira segunda-feira de janeiro.

O que significa o Dia de Martin Luther King Jr. nos EUA?

Quem criou o feriado do Dia de Martin Luther King Jr.?

Em que ano foi aprovada a ideia de tornar o Dia de Martin Luther King Jr. um feriado nacional?

Qual foi a frase mais famosa de Martin Luther King Jr.?

Quem foi Martin Luther King Jr. e o que ele defendia?

O que aconteceu no dia 4 de abril de 1968 com Martin Luther King Jr.?

Que dia foi o discurso de Martin Luther King Jr.?


Quer Viver na América?


Os EUA estão cheios de oportunidades para estrangeiros que querem fazer suas vidas no país. E a boa notícia é que o Viva América facilita e te ajuda durante todo o processo. Conheça os nossos produtos e serviços e saiba como viver em um dos melhores lugares do mundo em qualidade de vida, trabalho e segurança.

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page